Por: WANDY RIBEIRO

A farmacêutica e professora do Departamento de Fisiologia e Farmacologia da Universidade Federal do Ceará (UFC), Cláudia do Ó, é uma das pesquisadoras envolvidas em um estudo sobre a biodiversidade brasileira no desenvolvimento de um novo tratamento anticâncer.

A pesquisa, que acontece por meio de uma parceria entre a UFC e a Universidade Nacional da Austrália (ANU), explora o potencial terapêutico de moléculas originárias da biodiversidade, com foco na inibição de células de linhagem leucêmica e de tumores provenientes do câncer de próstata.

O estudo, nascido da atuação conjunta entre os Programas de Pós-Graduação em Química e em Farmacologia da UFC, por meio do Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM), avalia como as moléculas chamadas pterocarpano e pisosterol atuam para bloquear o crescimento e a proliferação de células neoplásicas (que sofreram alteração no código genético por conta da doença, perdendo suas características originais).

Veja a matéria completa. 

logo redesfito em foco

Receba mensalmente as principais notícias das RedesFito diretamente em seu email cadastrando-se em nosso portal.

Cadastrar